AdicionandoRepositorios

Differences between revisions 1 and 25 (spanning 24 versions)
Revision 1 as of 2005-12-02 18:04:48
Size: 6783
Editor: OgMaciel
Comment:
Revision 25 as of 2006-07-29 21:34:12
Size: 11958
Editor: AlexRocha
Comment:
Deletions are marked like this. Additions are marked like this.
Line 1: Line 1:
||<tablestyle="float:right; font-size: 0.9em; width:40%; background:#F1F1ED; margin: 0 0 1em 1em;" style="padding:0.5em;">'''Conteúdo'''[[BR]][[TableOfContents(3)]]|| = Adicionando Repositórios =
||<tablestyle="float:right; font-size: 0.9em; width:40%; background:#F1F1ED; margin: 0 0 1em 1em;" style="padding:0.5em;">'''Contents'''[[BR]][[TableOfContents(3)]]||
Line 3: Line 4:
'''Tradução em Inglês''' - AddingRepositoriesHowto
---------------------------------------
'''Aguarde o término da tradução!'''
Line 6: Line 6:
Por ''default'' o Ubuntu não habilita os repositórios {{{Universe}}} e {{{Multiverse}}}. Existem também repositórios não-Ubuntu que você pode querer adicionar em sua máquina Ubuntu, embora isto geralmente não é recomendável. [[Anchor(what)]]
== O que são repositórios ? ==
Line 8: Line 9:
= Adicionando Universe e Multiverse =
== Usando Synaptic ==
Existem milhares de programas disponíveis para instalação no Ubuntu. Estes programas são armazenados em arquivos de software, chamados de ''repositórios'', e estão disponíveis para a instalação na Internet. Isto torna mais fácil a instalação de novos programas. O processo é bastante seguro, porque cada programa que você instala, é testado e construído especificamente para o Ubuntu.
Line 11: Line 11:
O gerenciador de pacotes Synaptic se encontra em lugares diferentes nas versões Warty e Hoary/Breezy. O repositório de software do Ubuntu é organizado em quatro "componentes", bases do nível de suporte que o Ubuntu pode oferecer, e se eles aceitam ou não cumprir com a ["Filosofia"] de Software Livre do Ubuntu. Os componentes são chamados de '''Main''' (softwares oficialmente suportados), '''Restricted''' (softwares suportados que não estão disponíveis completamente sob uma licença livre), '''Universe''' (softwares mantidos pela comunidade, isto é, softwares não suportados oficialmente) e '''Multiverse''' (softwares que não são “livres”). Você pode encontrar mais informação sobre os repositórios do Ubuntu [http://www.ubuntu.com/ubuntu/components aqui].
Line 13: Line 13:
=== Ubuntu Hoary e Breezy ===
Inicie Gerenciador de Pacotes {{{Synaptic}}} do menu {{{Sistema}}} , {{{Administração}}}.

attachment:AddingRepositoriesHowto/hoarysynaptic.jpg

=== Ubuntu Warty Warthog ===

Inicie Gerenciador de Pacotes {{{Synaptic}}} do menu {{{Computador}}} , {{{Configurações do Sistema}}}.

attachment:AddingRepositoriesHowto/PicSelectSynapticFromtheMenu.png

=== Todas as versões do Ubuntu ===

Quando Synaptic iniciar escolha o item {{{Repositórios}}} no menu {{{Configurações}}}.

attachment:AddingRepositoriesHowto/PicOpentheRepositoriesDialog.png

Você verá uma lista de repositórios. Clique no botão {{{configurações}}} na parte de baixo da janela e marque {{{Exibir fontes de software desabilitadas}}}. Depois clique no botão {{{Fechar}}}.

attachment:AddingRepositoriesHowto/showdisabled.jpg

Use os botões de verificação (checkboxes) próximos aos repositórios para habilitar ou desabilitar um repositórios. Deslize o scroll e habilite o repositório Universe marcando o checkbox ao lado de {{{Mantido pela comunidade (Universo)}}}. Você pode querer também habilitar os repositórios {{{Multiverso}}} e {{{Atualizações de segurança (Universo)}}}. Clique no botão {{{OK}}} para salvar suas mudanças.

attachment:AddingRepositoriesHowto/enableuniverse.jpg

Atualize a lista de pacotes disponíveis com Recarregar na janela principal.
 
attachment:AddingRepositoriesHowto/PicApplyTheseSettings.png

Após baixar a lista de pacotes dos repositórios você pode instalar pacotes do universe.

== Usando o Terminal ==

Alternativamente, você pode usar um terminal e as ferramentas de linha de comando para habilitar universe. Inicie Terminal em Ferramentas do Sistema de Aplicações na barra de menu.

Digite na linha de comando:
 
{{{
   bash:~$ sudo nano -w /etc/apt/sources.list
}}}

O editor de texto nano inicia e abre o arquivo de configuração para repositórios.
Então você deve remover as marcas {{{#}}} do início das seguintes linhas

{{{
   #deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu warty main restricted universe
   #deb-src ftp://archive.ubuntu.com/ubuntu warty main restricted universe
}}}

o que lhes dará esta aparência.

{{{
   deb http://archive.ubuntu.com/ubuntu warty main restricted universe
   deb-src ftp://archive.ubuntu.com/ubuntu warty main restricted universe
}}}

A seguir você deve atualizar suas fontes com o comando:

{{{
   bash:~$ sudo apt-get update
}}}

= Adicionando repositórios externos =

Algumas vezes outros usuários farão repositórios para pacotes que tenham produzido. É bem fácil adicionar estes repositórios ao gerenciador de pacotes do seu sistema.

attachment:IconsPage/IconNote.png

'''Nota:''' Você deve ser cuidadoso ao fazer isso, alguns pacotes externos podem quebrar sua instalação do Ubuntu

Para uma lista de repositórios externos veja BreakMyUbuntu.

== Adicionando repositórios externos usando Synaptic ==

Como mostrado no screenshot Usando Synaptic acima, inicie Gerenciador de Pacotes Synaptic do menu Computador, Configurações do Sistema. Uma vez que o Synaptic esteja rodando, escolha o item Repositories no menu Configurações.

Agora você vê uma janela com uma lista de repositórios. Aperte o botão Novo para adicionar um repositório. Digite as informações sobre os repositórios nos três campos de texto de acordo com os exemplos a seguir.

Normalmente você encontrará websites provendo informações sobre um repositórios numa forma como a do exemplo:

{{{
   deb http://www.grawert.net/ubuntu/ warty universe
}}}

Esta linha fornece a informação para os campos do Synaptic.

 * {{{deb}}} significa que ele é um binário, então use a lista da caixa de combo para escolher binário. Normalmente está opção é padrão.
 * {{{http://www.grawert.net/ubuntu/}}} é a URI (Uniform Resource Identifier), que neste caso significa a localização.
 * {{{warty}}} é o nome da distribuição.
 * {{{universe}}} é o nome da seção.
O CD-ROM de instalação do Ubuntu contém os softwares dos componentes '''Main''' e '''Restricted'''. Once your system is made aware of the Internet-based locations for these repositories, many more software programs are made available for installation. Usando as ferramentas de gerenciamento de pacotes de software instaladas já em seu sistema, você pode procurar por, instalar e atualizar qualquer parte de software diretamente da Internet, sem a necessidade de um CD-ROM.
Line 105: Line 16:
Algumas vezes a linha do repositório tem menos informação que isso, como mostrado no próximo exemplo. [[BR]]
== Adicionando repositórios no Ubuntu ==
Line 107: Line 19:
{{{
   deb http://www.getsweaaa.com/~tseng/ubuntu/debs ./
}}}
attachment:Icones/informacao.png Esta página descreve como gerenciar os repositórios de softwares do '''Ubuntu 6.06 (Dapper Drake)'''. Para o '''Kubuntu 6.06''', veja o [https://help.ubuntu.com/community/KubuntuAddingRepositoriesHowto Gerenciador de Repositórios do Kubuntu]. Para '''versões anteriores do Ubuntu''', veja esta [https://help.ubuntu.com/community/Repositories/Ubuntu/Breezy página wiki].
Line 111: Line 21:
Os dois primeiros campos (deb and URI) são claramente similares ao primeiro exemplo acima. Contudo, nome da distribuição é "./", então apenas coloque isto (sem as aspas) no campo de distribuição do Synaptic. Parare estranho, mas simplesmente especifique a distribuição como sendo o que quer que esteja no diretório indicado pela URI. Além disso, não há informação sobre ''seção'' de forma que apenas deixe em branco este campo de texto em sua entrada do Synaptic. attachment:Icones/terminal.png As operações descritas nesta página, modificam o arquivo de configuração dos repositórios de softwares localizado em:
Line 113: Line 23:
attachment:IconsPage/IconNote.png  {{{
/etc/apt/sources.list }}}
 Os fontes dos softwares também podem ser gerenciados realizando as modificações diretamente neste arquivo usando a linha de comando. Se você preferir usar a linha de comando, em vez de uma interface gráfica, veja [https://help.ubuntu.com/community/Repositories/CommandLine Gerenciando Repositórios pela Linha de Comando].
Line 115: Line 27:
'''Nota:''' Apenas a informação ''seção'' é opcional, e apenas para o mantenedor do repositório. Se houver informação de seção, ela deve ser espeficidada no Synaptic. Ela não pode ser deixada em branco.
Line 117: Line 28:
attachment:IconsPage/IconNote.png [[BR]]
== Adicionando repositórios Universe e Multiverse ==
Line 119: Line 31:
**Nota:** Se você cometer algum erro na sintaxe dos campos você receberá uma mensagem de erro quando clicar no botão OK do Synaptic. Uma causa é colocar a barra ao fim da URI. Também tome cuidado para não deixar espaços em branco ao fim dos campos. [[BR]]
 * Selecione "Sistema" > "Administração" > "Software Properties". Você terá que informar sua senha aqui.
 
 attachment:menu-sp.png
Line 121: Line 36:
Salve as mudanças e feche a janela apertando OK.  * Uma lista de repositórios ou "Canais" será exibida. Selecione "Ubuntu 6.06 LTS (Source)" da lista (deve ser a primeira ou a segunda opção) e clique em "Adicionar..."
Line 123: Line 38:
Atualize a lista de pacotes disponíveis com Recarregar na janela principal. Após baixar a lista de pacotes dos repositórios você pode instalar pacotes do universo.  attachment:activating-repos-1.png
Line 125: Line 40:
== Adicionando repositórios externos usando um Terminal ==  * Selecione "Não-livre (Multiverse)" e "Mantido pela Comunidade (Universe)", clicando em suas respectivas caixas de verificação. Agora clique no botão "Adicionar".
Line 127: Line 42:
Alternativamente você pode usar um terminal e ferramentas de linha de comando para habilitar outros repositórios. Inicie Terminal em Ferramentas do Sistema de Aplicações na barra de menu.  attachment:activating-repos-2.png
Line 129: Line 44:
Digite na linha de comando:  * Clique em '''Fechar''' para salvar as mudanças. Uma caixa de diálogo deverá ser exibida, perguntando se você gostaria de atualizar a lista de repositórios. Clique em '''Recarregar''' para aplicar as mudanças.
Line 131: Line 46:
Este exemplo usa o repositório de tseng.  attachment:activating-repos-3.png
Line 133: Line 48:
{{{
   bash:~$ echo deb http://www.getsweaaa.com/~tseng/ubuntu/debs ./ | sudo tee -a /etc/apt/sources.list
}}}
[[BR]]
attachment:Icones/informacao.png '''Integração com o Gerenciador de Pacotes Synaptic'''
Line 137: Line 51:
Você presica apenas substituir o {{{deb http://www.getsweaaa.com/~tseng/ubuntu/debs ./}}} pelo nome de qualquer outro repositório externo.  * A próxima vez que você usar o '''Gerenciador de Pacotes Synaptic''', clique sobre o botão '''Recarregar''' para atualizar os novos repositórios de software.

 attachment:reload.png

 * Você também pode gerenciar os repositórios de softwares dentro do próprio '''Gerenciador de Pacotes Synaptic''', selecionando "Configurações" > "Repositórios".

 attachment:synaptic.png

[[BR]]
== Adicionando repositórios comerciais da Canonical ==

Para iniciar o Synaptic, selecione '''''Sistema -> Administração -> Gerenciador de Pacotes Synaptic'''''.

 attachment:launch-synaptic.png

Em seguida, informe a senha do super usuário para que o synaptic possa ser iniciado.

 attachment:senha.png

Uma vez que tudo isso foi feito, você agora tem o Gerenciador de Pacotes Synaptic em sua tela. No menu desta tela, você deverá selecionar '''''Configurações -> Repositórios'''''

 attachment:synaptic-menu-repositories.png

Feito isso, você poderá adicionar os repositórios comerciais da Canonical, clicando no botão '''''Adicionar''''' à esquerda da janela.

 attachment:activating-repos-1.png

A tela de Adicionar Canal surgirá. Nesta tela, selecione a opção Personalizado.

 attachment:add-canal-1.png

Conforme tela abaixo, informe no campo APT-lie, a seguinte linha e então clique em '''''Adicionar Canal'''''.

''''' deb {{{http://archive.canonical.com/ubuntu}}} dapper-commercial main '''''

 attachment:add-canal-2.png

Agora clique em '''''Fechar'''''. Na janela principal do Synaptic, clique em '''''Recarregar'''''.

 attachment:add-canal-3.png

 attachment:add-canal-4.png

Pronto! Você agora poderá baixar os pacotes dos repositórios comerciais da Canonical, usando o Gerenciador de Pacotes Synaptic.


[[BR]][[Anchor(other)]]
== Adicionando outros repositórios ==

[[BR]]
attachment:Icones/importante.png '''Nota:''' Existem algumas razões (mas não muitas) para que você possa querer adicionar repositórios não oficias do Ubuntu à sua lista de repositórios. Por exemplo, alguns softwares não podem ser distribuídos pelo Ubuntu devido às patentes e às limitações de licença em alguns países (veja [:FormatosProprietarios:] como exemplos). Você pôde querer adicionar os repositórios que oferecem tal software. Certifique-se de que todos os repositórios que você adicionar desta maneira, foram testados e estão prontos para trabalharem em sistemas de Ubuntu. Os repositórios que não são projetados para trabalhar com sua versão do Ubuntu, podem introduzir inconsistências em seu sistema e forçá-lo a re-instalar.
----

[[BR]]
[[Anchor(add)]]
Você pode adicionar repositórios de software personalizado, adicionando a '''linha do repositório APT''' de sua fonte de software à lista dos repositórios. Para fazer deste modo, clique no botão '''Adicionar''' ao lado da lista de Canais do painel das Preferências de Programas, em seguida, selecione '''Personalizado'''.

 attachment:activating-repos-2.png

[[Anchor(aptline)]]
 * Na caixa de diálogo, informe a linha no campo APT line. Este é um exemplo da linha:

 {{{
deb http://mirror3.ubuntulinux.nl/ dapper-seveas freenx }}}

attachment:Icones/informacao.png Para uma explanação das partes diferentes de uma linha apt (APT line), veja a seção [#edit Editando Repositórios].


[[BR]]
== Gerenciando repositórios locais ==

=== Desabilitando o repositório CD-ROM ===

Ao instalar o Ubuntu pelo CD-ROM, automaticamente, este será incluído na lista de repositórios usados pelas ferramentas de gerência de pacote. Logo, assim que você instalar um pacote novo, o '''Synaptic''' verificará se o pacote está disponível localmente, ou seja, dentro do CD-ROM. Isto pode ajudar a reduzir a quantidade de downloads, além de aumentar a velocidade no processo de instalação. Caso você goste do '''Synaptic''' como gerenciador de pacotes e queira usar somente os repositórios da Internet, você pode desabilitar a entrada do CD-ROM com alguns passos:

 * Inicie o Synaptic e em seguida selecione "Configurações" > "Repositórios". [[BR]] Uma lista de repositórios de software ou '''Canais''' será exibida.

 * Localize a entrada do CD-ROM ('''CD disk with Ubuntu 6.06 LTS'''). Clique na caixa de verificação próximo a entrada para desabilitar o CD-ROM.

 * Clique no botão '''Fechar''' para salvar as mudanças que você acabou de realizar.

 * Para habilitar novamente o CD-ROM, use a mesma caixa de verificação para fazer isso. Se preferir, basta inserir o CD-ROM no drive de CD e automaticamente uma mensagem de confirmação para habilitar o CD-ROM como repositório será exibida.

[[BR]]
== Removendo repositórios ==

Para remover as fontes de software ("Canais") da lista, selecione a fonte e clique no botão '''Remover'''. Caso deseje somente desabilitar temporariamente o repositório, desmarque a caixa de verificação ao lado da fonte.

attachment:Icones/informacao.png Use com cuidado: Você não será questionado para confirmar a ação de remover. Este não é um problema com os repositórios do Ubuntu, porque você pode simplesmente [#add adioná-lo outra vez], mas você terá que olhar a linha personalizada do repositório, se por acaso você a remover equivocadamente. (É sempre uma idéia boa ter um backup do arquivo sources.list)

[[BR]][[Anchor(edit)]]
== Editando repositórios ==
To make changes to a software source, select it in the list and click the '''Edit''' button. A dialog box displays the apt line, broken up into its components.

 . attachment:editar-canal.png

 * '''Type''' Software sources may contain software in '''binary''' or '''source code''' format. Select the option that corresponds to the repository. attachment:IconsPage/eyes.png The corresponding apt line has '''deb''' for binary repositories and '''deb-src''' for source code repositories.

[[BR]]*'''URI'''Enter a valid Uniform Resource Indicator or URI for the software repository. Here's a list of examples: *'''cdrom'''[[BR]].{{{
cdrom:[description_of_cd]/ }}}

 * '''ftp''' [[BR]]
 {{{
ftp://ftp.domain.ext/path/to/repository }}}
 * '''http''' [[BR]]
 {{{
http://www.domain.ext/path/to/repository }}}
 * '''smb''' (works only when the computer is connected to a Samba share) [[BR]]
 {{{
file://path/to/repository }}}
 * '''nfs''' (works only if the computer is connected to a NFS share) [[BR]]
 {{{
file://path/to/local/directory }}}

[[BR]]*'''Distribution'''[[BR]]Select the name of the distribution or the name of the distribution version.[[BR]](''dapper-seveas''[#aptline in the example above].)[[BR]]*'''Components'''[[BR]]Select the repository section to access. Add more sections separated by spaces.[[BR]](The[#aptline example repository]has a''freenx''section.)[[BR]]*'''Comment'''[[BR]]Add a comment to describe the repository for easier reference.[[BR]] attachment:Icones/informacao.png Repositories defined using the'''Software Preferences'''panel are available to'''Update-Manager'''and will be periodically checked for updates.[[BR]]
== Gerenciando autenticação de chaves ==
'''Authentication keys''' are usually obtained from the maintainer of the software repository. The maintainer will often place a copy of the authentication key on a public key server such as www.keyserver.net. The key can then be retrieved using the command

 . {{{
gpg --keyserver [name of keyserver] --recv-keys [keyhash] }}}

 * In our example above, you would import the maintainer's authentication key as follows:
 {{{
gpg --keyserver subkeys.pgp.net --recv-keys 1135D466 }}}

 * Then, add the key to Ubuntu's apt trusted keys database with the following command
 {{{
gpg --export --armor 1135D466 | sudo apt-key add - }}}

 * Note there's a dash at the end of the line

[[BR]] attachment:Icones/informacao.png For more on apt and authentication keys, see[http://wiki.debian.org/SecureApt SecureApt]on the Debian Wiki.

Fonte: https://help.ubuntu.com/community/Repositories/Ubuntu

----
 CategoryTraduzir

Adicionando Repositórios

Aguarde o término da tradução!

Anchor(what)

O que são repositórios ?

Existem milhares de programas disponíveis para instalação no Ubuntu. Estes programas são armazenados em arquivos de software, chamados de repositórios, e estão disponíveis para a instalação na Internet. Isto torna mais fácil a instalação de novos programas. O processo é bastante seguro, porque cada programa que você instala, é testado e construído especificamente para o Ubuntu.

O repositório de software do Ubuntu é organizado em quatro "componentes", bases do nível de suporte que o Ubuntu pode oferecer, e se eles aceitam ou não cumprir com a ["Filosofia"] de Software Livre do Ubuntu. Os componentes são chamados de Main (softwares oficialmente suportados), Restricted (softwares suportados que não estão disponíveis completamente sob uma licença livre), Universe (softwares mantidos pela comunidade, isto é, softwares não suportados oficialmente) e Multiverse (softwares que não são “livres”). Você pode encontrar mais informação sobre os repositórios do Ubuntu [http://www.ubuntu.com/ubuntu/components aqui].

O CD-ROM de instalação do Ubuntu contém os softwares dos componentes Main e Restricted. Once your system is made aware of the Internet-based locations for these repositories, many more software programs are made available for installation. Usando as ferramentas de gerenciamento de pacotes de software instaladas já em seu sistema, você pode procurar por, instalar e atualizar qualquer parte de software diretamente da Internet, sem a necessidade de um CD-ROM.

BR

Adicionando repositórios no Ubuntu

attachment:Icones/informacao.png Esta página descreve como gerenciar os repositórios de softwares do Ubuntu 6.06 (Dapper Drake). Para o Kubuntu 6.06, veja o [https://help.ubuntu.com/community/KubuntuAddingRepositoriesHowto Gerenciador de Repositórios do Kubuntu]. Para versões anteriores do Ubuntu, veja esta [https://help.ubuntu.com/community/Repositories/Ubuntu/Breezy página wiki].

attachment:Icones/terminal.png As operações descritas nesta página, modificam o arquivo de configuração dos repositórios de softwares localizado em:

  • /etc/apt/sources.list 

    Os fontes dos softwares também podem ser gerenciados realizando as modificações diretamente neste arquivo usando a linha de comando. Se você preferir usar a linha de comando, em vez de uma interface gráfica, veja [https://help.ubuntu.com/community/Repositories/CommandLine Gerenciando Repositórios pela Linha de Comando].

BR

Adicionando repositórios Universe e Multiverse

BR

  • Selecione "Sistema" > "Administração" > "Software Properties". Você terá que informar sua senha aqui. attachment:menu-sp.png

  • Uma lista de repositórios ou "Canais" será exibida. Selecione "Ubuntu 6.06 LTS (Source)" da lista (deve ser a primeira ou a segunda opção) e clique em "Adicionar..." attachment:activating-repos-1.png
  • Selecione "Não-livre (Multiverse)" e "Mantido pela Comunidade (Universe)", clicando em suas respectivas caixas de verificação. Agora clique no botão "Adicionar". attachment:activating-repos-2.png
  • Clique em Fechar para salvar as mudanças. Uma caixa de diálogo deverá ser exibida, perguntando se você gostaria de atualizar a lista de repositórios. Clique em Recarregar para aplicar as mudanças. attachment:activating-repos-3.png

BR attachment:Icones/informacao.png Integração com o Gerenciador de Pacotes Synaptic

  • A próxima vez que você usar o Gerenciador de Pacotes Synaptic, clique sobre o botão Recarregar para atualizar os novos repositórios de software. attachment:reload.png

  • Você também pode gerenciar os repositórios de softwares dentro do próprio Gerenciador de Pacotes Synaptic, selecionando "Configurações" > "Repositórios". attachment:synaptic.png

BR

Adicionando repositórios comerciais da Canonical

Para iniciar o Synaptic, selecione Sistema -> Administração -> Gerenciador de Pacotes Synaptic.

  • attachment:launch-synaptic.png

Em seguida, informe a senha do super usuário para que o synaptic possa ser iniciado.

  • attachment:senha.png

Uma vez que tudo isso foi feito, você agora tem o Gerenciador de Pacotes Synaptic em sua tela. No menu desta tela, você deverá selecionar Configurações -> Repositórios

  • attachment:synaptic-menu-repositories.png

Feito isso, você poderá adicionar os repositórios comerciais da Canonical, clicando no botão Adicionar à esquerda da janela.

  • attachment:activating-repos-1.png

A tela de Adicionar Canal surgirá. Nesta tela, selecione a opção Personalizado.

  • attachment:add-canal-1.png

Conforme tela abaixo, informe no campo APT-lie, a seguinte linha e então clique em Adicionar Canal.

deb http://archive.canonical.com/ubuntu dapper-commercial main

  • attachment:add-canal-2.png

Agora clique em Fechar. Na janela principal do Synaptic, clique em Recarregar.

  • attachment:add-canal-3.png attachment:add-canal-4.png

Pronto! Você agora poderá baixar os pacotes dos repositórios comerciais da Canonical, usando o Gerenciador de Pacotes Synaptic.

BRAnchor(other)

Adicionando outros repositórios

BR attachment:Icones/importante.png Nota: Existem algumas razões (mas não muitas) para que você possa querer adicionar repositórios não oficias do Ubuntu à sua lista de repositórios. Por exemplo, alguns softwares não podem ser distribuídos pelo Ubuntu devido às patentes e às limitações de licença em alguns países (veja [:FormatosProprietarios:] como exemplos). Você pôde querer adicionar os repositórios que oferecem tal software. Certifique-se de que todos os repositórios que você adicionar desta maneira, foram testados e estão prontos para trabalharem em sistemas de Ubuntu. Os repositórios que não são projetados para trabalhar com sua versão do Ubuntu, podem introduzir inconsistências em seu sistema e forçá-lo a re-instalar.


BR Anchor(add) Você pode adicionar repositórios de software personalizado, adicionando a linha do repositório APT de sua fonte de software à lista dos repositórios. Para fazer deste modo, clique no botão Adicionar ao lado da lista de Canais do painel das Preferências de Programas, em seguida, selecione Personalizado.

  • attachment:activating-repos-2.png

Anchor(aptline)

  • Na caixa de diálogo, informe a linha no campo APT line. Este é um exemplo da linha:
    deb http://mirror3.ubuntulinux.nl/ dapper-seveas freenx 

attachment:Icones/informacao.png Para uma explanação das partes diferentes de uma linha apt (APT line), veja a seção [#edit Editando Repositórios].

BR

Gerenciando repositórios locais

Desabilitando o repositório CD-ROM

Ao instalar o Ubuntu pelo CD-ROM, automaticamente, este será incluído na lista de repositórios usados pelas ferramentas de gerência de pacote. Logo, assim que você instalar um pacote novo, o Synaptic verificará se o pacote está disponível localmente, ou seja, dentro do CD-ROM. Isto pode ajudar a reduzir a quantidade de downloads, além de aumentar a velocidade no processo de instalação. Caso você goste do Synaptic como gerenciador de pacotes e queira usar somente os repositórios da Internet, você pode desabilitar a entrada do CD-ROM com alguns passos:

  • Inicie o Synaptic e em seguida selecione "Configurações" > "Repositórios". BR Uma lista de repositórios de software ou Canais será exibida.

  • Localize a entrada do CD-ROM (CD disk with Ubuntu 6.06 LTS). Clique na caixa de verificação próximo a entrada para desabilitar o CD-ROM.

  • Clique no botão Fechar para salvar as mudanças que você acabou de realizar.

  • Para habilitar novamente o CD-ROM, use a mesma caixa de verificação para fazer isso. Se preferir, basta inserir o CD-ROM no drive de CD e automaticamente uma mensagem de confirmação para habilitar o CD-ROM como repositório será exibida.

BR

Removendo repositórios

Para remover as fontes de software ("Canais") da lista, selecione a fonte e clique no botão Remover. Caso deseje somente desabilitar temporariamente o repositório, desmarque a caixa de verificação ao lado da fonte.

attachment:Icones/informacao.png Use com cuidado: Você não será questionado para confirmar a ação de remover. Este não é um problema com os repositórios do Ubuntu, porque você pode simplesmente [#add adioná-lo outra vez], mas você terá que olhar a linha personalizada do repositório, se por acaso você a remover equivocadamente. (É sempre uma idéia boa ter um backup do arquivo sources.list)

BRAnchor(edit)

Editando repositórios

To make changes to a software source, select it in the list and click the Edit button. A dialog box displays the apt line, broken up into its components.

  • attachment:editar-canal.png
  • Type Software sources may contain software in binary or source code format. Select the option that corresponds to the repository. attachment:IconsPage/eyes.png The corresponding apt line has deb for binary repositories and deb-src for source code repositories.

BR*URIEnter a valid Uniform Resource Indicator or URI for the software repository. Here's a list of examples: *cdromBR.

cdrom:[description_of_cd]/ 
  • ftp BR

    ftp://ftp.domain.ext/path/to/repository 
  • http BR

    http://www.domain.ext/path/to/repository 
  • smb (works only when the computer is connected to a Samba share) BR

    file://path/to/repository   
  • nfs (works only if the computer is connected to a NFS share) BR

    file://path/to/local/directory   

BR*DistributionBRSelect the name of the distribution or the name of the distribution version.BR(dapper-seveas[#aptline in the example above].)BR*ComponentsBRSelect the repository section to access. Add more sections separated by spaces.BR(The[#aptline example repository]has afreenxsection.)BR*CommentBRAdd a comment to describe the repository for easier reference.BR attachment:Icones/informacao.png Repositories defined using theSoftware Preferencespanel are available toUpdate-Managerand will be periodically checked for updates.BR

Gerenciando autenticação de chaves

Authentication keys are usually obtained from the maintainer of the software repository. The maintainer will often place a copy of the authentication key on a public key server such as www.keyserver.net. The key can then be retrieved using the command

  • gpg --keyserver [name of keyserver] --recv-keys [keyhash] 
  • In our example above, you would import the maintainer's authentication key as follows:
    gpg --keyserver subkeys.pgp.net --recv-keys 1135D466 
  • Then, add the key to Ubuntu's apt trusted keys database with the following command
    gpg --export --armor 1135D466 | sudo apt-key add - 
  • Note there's a dash at the end of the line

BR attachment:Icones/informacao.png For more on apt and authentication keys, see[http://wiki.debian.org/SecureApt SecureApt]on the Debian Wiki.

Fonte: https://help.ubuntu.com/community/Repositories/Ubuntu


AdicionandoRepositorios (last edited 2011-09-19 23:19:24 by localhost)