Filosofia

A palavra Ubuntu é um sistema de valores praticados em muitos países da África. Define o humano, enquanto ser, conforme sua interação com outras pessoas, propondo assim uma irmandade universal. Suas lições de grande valor humanístico deveriam ser conhecidas e praticadas por todos nós, que vivemos numa sociedade egoísta e desigual. O grande Desmond Tutu, uma das figuras mais importantes na luta contra o Apartheid ao lado de Nelson Mandela, em seu livro No Future Without Forgiveness (Não há futuro sem perdão), diz:

"Ubuntu é muito difícil de traduzir para uma língua ocidental... Quer dizer: ‘Minha humanidade está presa, está indissoluvelmente ligada, no que é seu."

Existe uma história atribuída à ideologia Ubuntu que circula na internet, cuja autenticidade é difícil de comprovar, atribuída à filosofa Lia Diskin, mas que, no entanto, contém um grande ensinamento para que nós ocidentais, inseridos no mundo do consumismo e da competição, reflitamos a respeito.

Um antropólogo estava estudando os usos e costumes da tribo e, quando terminou seu trabalho, teve que esperar pelo transporte que o levaria até o aeroporto de volta pra casa. Como tinha muito tempo ainda até o embarque, ele então propôs uma brincadeira para as crianças, que achou ser inofensiva. Comprou uma porção de doces e guloseimas na cidade, botou tudo num cesto bem bonito com laço de fita e tudo e colocou debaixo de uma árvore. Aí, ele chamou as crianças e combinou que quando ele dissesse "já!", elas deveriam sair correndo até o cesto e a que chegasse primeiro ganharia todos os doces que estavam lá dentro. As crianças se posicionaram na linha demarcatória que ele desenhou no chão e esperaram pelo sinal combinado. Quando ele disse "Já!", instantaneamente, todas as crianças se deram as mãos e saíram correndo em direção à árvore. Chegando lá, começaram a distribuir os doces entre si e os comerem felizes. O antropólogo foi ao encontro delas e perguntou por que elas tinham ido todas juntas, se uma só poderia ficar com tudo que havia no cesto e, assim, ganhar muito mais doces. Elas simplesmente responderam: "Ubuntu, tio. Como uma de nós poderia ficar feliz se todas as outras estivessem tristes?" Ele ficou pasmo. Meses e meses trabalhando nisso, estudando a tribo e ainda não havia compreendido, de verdade, a essência daquele povo... Ou jamais teria proposto uma competição, certo?

Ubuntu, de maneira geral, significa: Sou quem sou, pelo que nós somos.

Inspirado nesta pequena palavra mas com um grande significado que foi criado o sistema operacional Ubuntu, visando ser uma sistema para todas as pessoas, independente da cor, do sexo, da religião ou etnia.

E por estas razões:

  • O Ubuntu será sempre gratuito, e não há taxa adicional por uma "versão empresarial". Deixamos nosso melhor trabalho disponível para todos nesses mesmos termos Livres.
  • O Ubuntu inclui as melhores traduções e infraestrutura de acessibilidade que a comunidade de software livre tem a oferecer, fazendo o Ubuntu utilizável pelo maior número de pessoas possível.
  • Novas versões do Ubuntu são liberadas regularmente; uma nova versão é feita a cada seis meses. Você pode usar a versão estável ou de desenvolvimento. Cada versão é suportada por, no mínimo, 18 meses.
  • O Ubuntu é totalmente comprometido com os princípios de desenvolvimento de software livre; nós encorajamos as pessoas a utilizarem, melhorarem e distribuírem software livre.


Créditos

Autor (es): Raphael Martins

Data: 30/05/13

Mantenedor (es): chouga

CategoryRevisada CategoryDocumentacao

Filosofia (last edited 2013-05-30 17:33:42 by chougarom)