Wine

Wine

O Wine é uma espécie de "emulador" que simula o ambiente MS Windows dentro do Ubuntu. Com ele é possível executar as aplicações desenvolvidas para a plataforma da Microsoft no seu Ubuntu.

Icones/importante.png É altamente recomendável que sempre procure aplicativos equivalentes (uma lista pode ser vista em ProgramasEquivalentes) feitos especialmente para o Linux/Ubuntu que desempenhem as mesmas funções dos que você está acostumado em outras plataformas.

A principal vantagem é que geralmente um software feito para o Linux rodando dentro do Linux é mais estável e eficiente que a utilização de subterfúgios como o Wine ou VMware. --- Outra grande vantagem é que, utilizando soluções feitas especialmente para o Linux/Ubuntu, principalmente as soluções de software livre, você estará indiretamente ajudando a promover a cultura de liberdade e poderá também um dia, se desejar, contribuir para que as soluções livres fiquem cada vez melhores e com mais suporte em língua portuguesa.

Icones/salvar.png O Wine está disponível nos repositórios do Ubuntu e pode ser instalado

}}}

Para maiores informações a respeito do uso e configuração do Wine, visite a documentação em português do Wine: http://wiki.winehq.org/Portugu%C3%AAs

Algumas dicas

  • É possível que o software equivalente tenha uma interface diferente daquela que está acostumado. Muitas vezes, basta outra seqüencia de comandos para obter o mesmo resultado. É altamente recomendável que, sempre que possível, adapte-se para utilizar o novo software equivalente, desfrutando das documentações existentes mantidas pela comunidade e até, quem sabe um dia, ajudando a aprimorá-las.
  • Sempre que for tomar a decisão da mudança de um software para outro equivalente, leve em conta o seu tempo disponível para aprender coisas novas, a diferença do custo/benefício entre os softwares, a compatibilidade e eficiência com o sistema, a adequação ao seu propósito etc. Se precisar utilizar algum software por questão de compatibilidade com sua equipe de trabalho, recomenda-se a utilização do VMware ao invés do Wine, por emular mais fielmente o software original, além de ser mais estável. A grande desvantagem do VMware em relação ao Wine é que, no VMware, é necessário fazer toda a instalação do Windows, inicializar a máquina virtual e a partir daí abrir o software dentro de outro ambiente. Com o Wine, não é necessário instalar o Windows. Sem contar que a janela do software fica sendo como uma outra janela qualquer do seu ambiente Linux e não consome tanta memória e processamento como o VMware.

Eventuais problemas

Devido à complexidade da tarefa de emular programas de outras plataformas, o Wine pode, eventualmente, apresentar alguns problemas em sua execução. Aqui listamos alguns destes problemas e suas soluções. Caso tenha algum problema que não conste na lista, fique à vontade para nos enviar sua sugestão!

Wine fecha automático ao configurar o som no Winecfg

Se você teve mensagens de erro como:

ALSA lib seq_hw.C:455: (snd_seq_hw_open) open /dev/snd/seq failed: No such file or directory
Creating link /home/usuario/.kde/socket-usuario.
can't create mcp directory

ou

Creating link /home/usuario/.kde/socket-username-desktop.
can't create mcop directory

ou

ALSA lib
seq_hw.c:456:(snd_seq_hw_open) open /dev/snd/seq failed: No such file or
directory".

ou qualquer outro problema na hora de clicar na aba Sound do winecfg, acredito que até o final você já tenha resolvido.

MODPROBE

Para a mensagem

ALSA lib
seq_hw.c:456:(snd_seq_hw_open) open /dev/snd/seq failed: No such file or
directory".

Creio que apenas os comandos:

sudo modprobe snd-seq

ou

sudo modprobe snd-seq-oss

resolvam o seu problema.

"can't create directory"

Para a mensagem:

ALSA lib seq_hw.C:455: (snd_seq_hw_open) open /dev/snd/seq failed: No such file or directory
Creating link /home/usuario/.kde/socket-usuario.
can't create mcp directory

ou

Creating link /home/usuario/.kde/socket-username-desktop.
can't create mcop directory

ou qualquer outro can't create directory, tente fazer os seguintes diretórios:

sudo mkdir -p ~/.kde/socket-nome_do_usuario

ou

sudo mkdir -p ~/.kde/socket-ubuntu

ou

sudo mkdir /tmp/ksocket-nome_do_usuario

se isso ainda não acabou com as mensagens, mande a saída do console para vazjedi@uol.com.br .

Leitura Adicional

Créditos

Autores:Fellipe Micaroni Lalli, RodrigoLeao, RodrigodaSilvaVaz

Data:§§/§§/§§

Mantenedores: Fellipe Micaroni

Time de Documentação do Ubuntu Brasil

Wine (last edited 2011-09-19 23:19:24 by localhost)